José Cícero do Nascimento, 48 anos, pai de oito filhos, seis deles ainda vivos. Um homem do sertão, um sobrevivente. O Tota, como é conhecido, é um daqueles homens que fez o impossível para viver, criar os filhos, prover a família.

Dos tempos de falta de água, ele lembra das intermináveis caminhadas até às montanhas que cercam os sítios de Baixas, no sertão do Moxotó, no interior de Pernambuco. “Levava as cabras lá, nas Serra, soltava para comer e todo dia precisava levar água a elas”. Um trecho de mais de 15km de ida e outros 15km de volta. Tudo isso em meio a caatinga, subindo encostas, debaixo do Sol forte que castiga o sertão.

Antes, uma longa caminhada para buscar água, no único poço que havia na comunidade. “Era sofrido, muito. Tinha dias que eu falava que não voltava mais na Serra, só que no outro dia, tinha que fazer tudo de novo. Só tinha as cabras. Aqui não nascia nada. Tudo seco, sem água”.

Isso foi há mais de cinco anos, antes da chegada da ONG Pão é Vida na comunidade. Idealizada por Joana D’arc Henzel e seu marido Ronaldo Henzel, a Organização é a grande responsável pela mudança da história de Baixas e seus moradores. Só que isso é história para o Documentário que estou produzindo é também para textos futuros.

No entanto, o trabalho de Joana e Ronaldo, totalmente desvinculado de qualquer forma de governo ou sistema político trouxe para esse povo fatura e uma perspectiva de desenvolvimento em médio e longo prazo.

O seu Tota é um, entre tantos moradores locais, beneficiado com o trabalho da ONG que busca recursos com empresas e pessoas para perfurar poços, construir cisternas, desenvolver a criação de pomares, plantio de melancias, feijão, milho. Além disso, atua na saúde preventiva, saúde bucal, trazendo médicos e dentistas para atender a população. Com recursos próprios e de parceiros, eles construíram até mesmo um clínica odontológica em Baixas.

O projeto é uma realidade, dezenas de famílias hoje plantam, colhem, criam animais de pequeno porte e tem o elemento essencial da vida, água.

Graças ao trabalho de Joana e Ronaldo, aliado a garra e a vontade deste povo de crescer e prosperar, o deserto que um dia foi Baixas está se tornando um Oásis. O lugar onde os fracos não têm vez está sendo vencido pouco a pouco. O que mudou na vida do seu Tota e muita gente? Ele conta no vídeo abaixo .